segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Ecografia... Será que conseguimos descobrir o sexo!???


20/12

Eis que chega o Grande Dia: ecografia para confirmar o sexo e consulta com a GO (que falo depois.....)

Passei o dia muito ansiosa. Sempre sonhei em ser mãe de menina. Me imaginava ‘emperequetando’ a criança com fitas e maria-chiquinhas, com vestidinhos e sapatinhos. Quando maiorzinha, tendo uma companhia para shopping, salão de beleza e papos de mulherzinha.

Veio a primeira gravidez e a expectativa era grande. Família do Marido, por parte do pai, de 11 primos, somente 1 menina, a irmã do Marido. De resto, só homem. Sendo assim, sempre acreditei que do Marido só viriam meninos, e isso se confirmou na ecografia do Dudu. No dia fiquei muito triste, até chorei de decepção. Esperava mesmo que fosse uma menina. Fiquei ainda mais mal pela decepção. Por não ter ficado feliz, por não ter me empolgado com a notícia de ser um rapazinho. Marido ficou radiante, e no decorrer dos meses me acostumei com a ideia, e hoje não me imagino sem o meu rapazinho.

No entanto, ao planejarmos a segunda gravidez, planejei de maneira que tudo conspirasse a favor de ser uma mocinha. Tabela Chinesa (acredito MUITO), dieta e controle do dia fértil... tentaríamos tudo. E com o consentimento do Marido que também gostaria de agora ter uma menina.

Mas, com a surpresa de engravidarmos antes do esperado, o sexo virou uma incógnita. Ou não. De acordo com a tabela chinesa, seria Menina. Pelo exame de sexagem fetal, deu 70% de chances de ser menina. Não consegui ter certeza do meu dia fértil pela temperatura basal, mas a última namorada foi no 12° dia do ciclo, se eu ovulei entre o 14° e 15°, a probabilidade de ser menina, seria maior.

Mas e se a teoria da família do Marido estivesse certa, de que dali só sairiam meninos? Pra isso serviria a ecografia.

Diante do exposto acima, eu estava muito confiante de que seria uma mocinha. Na última eco, o palpite do medico era de que seria menino. Mas eu não conseguia colocar essa possibilidade de ser menino na minha cabeça. Minutos antes de entrarmos para o exame, Marido perguntou: “E se for menino, Fer!?”.... eu pensei e respondi: “Vou ficar triste sim... mas me acostumo”.

Entramos. 

O Médico mal colocou o aparelho na minha barriga e dispara: “É mulher”. E eu me derreti em lágrimas.

Era tudo o que eu queria a precisava ouvir naquele momento. Minha mocinha estava a caminho... meu sonho estava se concretizando. Eu estava sendo abençoada em ter o privilegio de ter um casalzinho de filhos. A euforia que não senti quando descobri estar gravida, senti naquele momento. Quase não me contive até a hora de sair da sala, onde segurei a onda e não desabei a chorar.

E agora estou aqui, feliz da vida, me sentindo a gravida mais realizada do mundo.

E o mais engraçado, que ao contrario da gravidez do Dudu, não estou lá ligando muito em perder minhas roupas, em ver as mudanças no meu corpo.

Estou feliz. Acima de tudo!

Ah, e a mocinha já tem nome: Milena (significado: Amorosa, Carinhosa... ownnnn...)


Beijinhos cor de rosa, floridos e cheios de borboletinhas, laços, glitter, estampa de oncinha e strass, MUITO strass!
Fer e Milena

5 comentários:

Zilene Fonseca disse...

Parabéns Fer
Muita saúde e felicidade pra vc e seu casal de filhos.
Deus os abençoe!
Bjs

Gleise Oliveira (Dê) disse...

Feeeeeeeerrr, parabéns!

Que familia abençoada, um casal é sempre bom né?

Parabéns!

Alessandra Soares disse...

Parabéns pela princesinha!
Que venha com muita saúde... e faça sua vida ainda mais feliz.

Beijão,

Alê

Realizando Sonhos...

Janinha disse...

Parabéns Fer, então virá sua menininha sonhada!!
Tudo de bom, aproveite cada momento!!
Bjocas.
http://nossadocevida.blogspot.com

Dias a Dois disse...

Que bacana Fer! Fiquei super feliz por vc! Um casal de filhos é mara! Parabéns!

Mil beijos